Ordem Canônica do Universo DC Comics – Animação

Em 2013, a DC Comics começou a traçar dois universos compartilhados – um nos cinemas, graças a Homem de Aço, e um nas animações, a partir de Liga da Justiça: Ponto de Ignição. Agora, essa segunda franquia está chegando ao fim com o lançamento de Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips.

Se você está disposto a revisitar esse universo e ver todas as aventuras dos maiores heróis da DC Comics, decidimos explicar como funciona a cronologia da saga e em qual ordem os filmes devem ser vistos. Aqui, você vai entender a cronologia do Universo Animado da DC Comics.

Créditos: Warner Bros.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Ponto de Ignição (Justice League: The Flashpoint Paradox, 2013)

Em 2013, foi dado início ao Universo Animado da DC Comics com Liga da Justiça: Ponto de Ignição, um filme que adapta a saga Ponto de Ignição – por sua vez, o ponto inicial para o reboot dos Novos 52 na editora.

O filme segue exatamente a trama da HQ, com Barry Allen indo ao passado para salvar sua mãe. Quando ele retorna ao presente, o mundo se tornou irreconhecível, e ele precisa fazer de tudo para tentar salvar os resquícios de realidade que ele se lembra…

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Guerra (Justice League: War, 2014)

Quando a realidade é restaurada, dando início a um novo universo composto por novas versões dos heróis clássicos da editora, temos Liga da Justiça: Guerra, o filme de origem da equipe de super-heróis, que precisam se unir para enfrentar Darkseid.

O longa segue bem de perto o arco Liga da Justiça: Origem, a primeira fase da equipe nos Novos 52, e mostra Batman, Flash, Superman, Mulher-Maravilha, Shazam, Ciborgue e Lanterna Verde tentando descobrir o segredo das Caixas Maternas.

Imagem de capa do item

O Filho do Batman (Son of Batman, 2014)

Após dois filmes voltados para a Liga da Justiça, a DC Comics passou a fazer o que sempre faz: dar destaque ao Cavaleiro das Trevas. No entanto, em O Filho do Batman, temos uma nova abordagem, já que o longa foca na origem de Damian Wayne.

Na trama, vemos Bruce Wayne descobrindo todos os segredos a respeito da origem de seu filho com Talia al Ghul, um menino violento e sanguinário criado pela Liga dos Assassinos, e que posteriormente se transforma no novo Robin do Batman.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça: Trono de Atlântida (Justice League: Throne of Atlantis, 2015)

Logo em seguida, os heróis se reuniram mais uma vez – e dessa vez, para apresentar o lendário Aquaman. Em Liga da Justiça: Trono de Atlântida, temos essencialmente a origem de Arthur Curry e sua ascensão como Rei dos Sete Mares.

A trama é inspirada pelo arco Trono de Atlântida das HQs, e nos mostra o Aquaman se juntando à Liga da Justiça para impedir seu insano meio-irmão, o Mestre dos Oceanos. O filme surpreendeu os fãs justamente por sua retratação fantástica de Arthur Curry.

Imagem de capa do item

Batman vs. Robin (2015)

Quem pensava que as coisas iam ficar “tranquilas” entre Bruce Wayne e seu filho logo se enganou. Em 2015, foi lançado Batman vs. Robin, o filme que mostra um conflito ideológico entre o Cavaleiro das Trevas e o novo Menino Prodígio.

Vagamente inspirado no arco da Corte das Corujas, o filme mostra como Damian Wayne não acredita na lei de “não matar”. Enquanto isso acontece, os dois precisam investigar um segredo enterrado nas profundezas de Gotham City…

Imagem de capa do item

Batman: Sangue Ruim (Batman: Bad Blood, 2016)

A partir daqui, o Universo Animado da DC Comics deixou de se inspirar apenas nas histórias dos Novos 52 e trouxe de volta alguns arcos anteriores da editora. Batman: Sangue Ruim começa quando Bruce Wayne é dado como desaparecido.

A partir daí, vemos Dick Grayson assumindo o manto de seu mentor e lutando contra as forças de Talia al Ghul. O filme também nos apresenta novos personagens da Batfamília, como a Batwoman e o Batwing.

Imagem de capa do item

A Liga da Justiça e os Jovens Titãs (Justice League vs. Teen Titans, 2016)

Após essa avalanche de histórias do Batman, tivemos uma pequena pausa para respirar com A Liga da Justiça e os Jovens Titãs, o filme que nos apresentou a popular equipe juvenil composta pelos sidekicks dos principais heróis da DC Comics.

Na história, o demônio Trigon mostra todo seu poder ao possuir os membros da Liga da Justiça, o que força os Jovens Titãs a agirem para deter o perigoso vilão. O filme é cheio de confrontos fantásticos e apresenta uma boa versão do grupo juvenil.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça Sombria (Justice League Dark, 2017)

Liga da Justiça Sombria dos quadrinhos veio para ser uma subdivisão “mística” do grupo principal, composta pelos maiores magos, feiticeiras e demônios do universo. Infelizmente, o filme da equipe acabou sendo mais uma aventura do Batman.

Aqui, o Cavaleiro das Trevas lidera um grupo formado por Etrigan, Monstro do Pântano, Desafiador, Constantine e Zatanna, para que possam rechaçar uma série de ataques demoníacos sendo cometidos em várias cidades dos Estados Unidos.

Imagem de capa do item

Jovens Titãs: O Contrato de Judas (Teen Titans: The Judas Contract, 2017)

Pouco tempo depois, os Jovens Titãs retornaram com uma nova aventura em O Contrato de Judas, uma adaptação do popular arco de histórias da década de 80. Na trama, os heróis são traídos por uma integrante da equipe: a poderosa Terra.

O filme nos apresenta o Exterminador como o maior vilão da equipe: um mercenário incontrolável que fará de tudo para se vingar do Robin. Além disso, temos também uma participação do Irmão Sangue.

Imagem de capa do item

Esquadrão Suicida: Acerto de Contas (Suicide Squad: Hell to Pay, 2018)

Se você também detestou o filme solo do Esquadrão Suicida no Universo Estendido da DC Comics, ainda há uma chance de conhecer a equipe em uma aventura mais próxima aos quadrinhos, graças à animação Acerto de Contas.

O filme realmente explora o lado “suicida” da equipe de vilões, já que eles são enviados por Amanda Waller para recuperar um artefato místico ancestral – e para isso, eles precisam passar por cima de Vandal Savage e o Professor Zoom.

Imagem de capa do item

A Morte do Superman (The Death of Superman, 2018)

Todas as histórias chegam a um fim, e A Morte do Superman é a conclusão da saga do Homem de Aço, em uma adaptação literal do arco homônimo publicado a partir de 1992. No filme, conferimos a batalha brutal entre o Superman e Apocalypse.

O filme serve justamente para mostrar toda a importância do herói no universo, e como ele é um símbolo de esperança. Além disso, tudo prepara o terreno para sua morte, o que torna o filme bem mais efetivo que Batman vs. Superman: A Origem da Justiça.

Imagem de capa do item

Constantine: Cidade dos Demônios (Constantine: City of Demons, 2018)

Aqui temos um caso bem interessante, já que Constantine: Cidade dos Demônios foi lançado originalmente como uma minissérie animada do CW Seed, o serviço digital do CW. Posteriormente, os episódios foram reunidos e viraram um filme.

A trama segue Constantine – que é dublado aqui por Matt Ryan, o mesmo ator que interpreta o mago no Arrowverse – em uma grande conspiração demoníaca que envolve Astra, a menina que ele deixou morrer em um ritual bizarro.

Imagem de capa do item

Reino do Superman (Reign of the Supermen, 2019)

Seis meses após a morte do Superman, o universo começa a se recuperar da perda, e novos heróis surgem, inspirados pelo manto do Homem de Aço. E é assim que conhecemos o Superboy, o Aço, o Erradicador e o Superman Ciborgue.

Os quatro logo entram em uma grande disputa para decidir quem vai manter o manto do Superman. O filme não foi tão bem-recebido quanto A Morte do Superman, mas é uma continuação bem satisfatória que mostra a importância do legado do Homem de Aço.

Imagem de capa do item

Batman: Silêncio (Batman: Hush, 2019)

O último filme protagonizado pelo Batman nessa franquia foi Batman: Silêncio, uma adaptação do arco homônimo das HQs que, por sua vez, nos apresentou Silêncio, um oponente mais que formidável para o Cavaleiro das Trevas.

No filme, o herói precisa se aliar à Mulher-Gato enquanto enfrenta um vilão misterioso que está disposto a destruir sua vida pessoal e sua reputação. Infelizmente, muitos fãs detestaram as várias mudanças feitas em relação ao quadrinho original.

Imagem de capa do item

Mulher-Maravilha: Linhagem de Sangue (Wonder Woman: Bloodlines, 2019)

Mesmo sendo uma das peças fundamentais do Universo DC, a Mulher-Maravilha teve seu filme solo apenas no ano passado, que reconta boa parte da origem da personagem e mostra sua transição de Temíscira para o mundo dos homens.

O filme mostra como a heroína precisou enfrentar um infame grupo de super-vilões, enquanto se firma como um símbolo de liberdade e heroísmo. No filme, conhecemos várias vilãs icônicas, como a Doutora Veneno, Cisne de Prata e a **Mulher-Leopardo***.

Imagem de capa do item

Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips (Justice League Dark: Apokolips War, 2020)

Para encerrar de vez o universo dos Novos 52, será lançado no dia 19 de maio a animação Liga da Justiça Sombria: Guerra de Apokolips. E apesar da Liga da Justiça Sombria dar título ao filme, não espere vê-los sozinhos aqui.

Na trama, veremos várias equipes, como a Liga da Justiça, os Jovens Titãs, a Batfamília e o Esquadrão Suicida se unindo para deter a ameaça de Darkseid, mais poderoso que nunca e disposto a cumprir sua vingança contra a Terra.

 

Quer assistir a todos eles ?, comentem abaixo.